Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Daily Routine by Cristina Ferreira

.

.

Daily Routine by Cristina Ferreira

04
Jan18

New year, new life? Bullshit!


Cristina Ferreira

 

new year!.jpg

 

 

Não fiz nada na Passagem de Ano! Antes da meia noite já eu estava a dormitar no sofá em frente à televisão... Acordei em sobressalto com o estrondo dos foguetes que apregoavam a chegada do Novo Ano! Limitei-me a olhar para o relógio e a pensar: "Ah ufff! Já é meia-noite! Já posso ir dormir!" E fui para a cama...

 

Às vezes pergunto-me se me deveria divertir mais... Deveria "DIVERTIR-ME MAIS!" ser uma das minhas resoluções de Ano Novo? Se me divertisse mais, a minha vida seria mais vivida? Na verdade a única coisa que a minha vida me pede é rotina! Gosto de rotinas. A única resolução que na minha mente ecoava ao entrar no Ano Novo era "VOLTAR À ROTINA!": deixar o mais rapidamente possível o Natal e o Réveillon para trás! 

 

E se vivêssemos numa ilha deserta, cada um isolado na sua? Ou se vivêssemos todos juntos mas sem imposições sociais ou rituais? Ou se, especificamente, vivêssemos sem acesso a qualquer tipo de comparações interpessoais? E se nunca ninguém tivesse inventado festejar o Ano Novo com pompa e circunstância? Será que eu sentiria esta mesma obrigação, tristeza, desilusão, frustração... Nem sei na verdade como a hei-de batizar... Sentiria eu isto que sinto por não ter feito nada de "verdadeiramente especial"?

 

Estarei a ficar velha? Se sim, aquele "velha" que acumula sabedoria? Ou aquele "velha" que se torna chata e rabugenta?  

 

Admiro as pessoas que determinadamente ainda fazem listas de resoluções de Ano Novo. Confesso que quando era "nova" também as fazia: elaborava cuidadosa e afincadamente a minha extensa lista e acabava por não cumprir nenhuma das resoluções a que ilusoriamente resolvia empenhadamente dedicar-me a partir do Ano Novo! Até porque se há algo que é necessário corrigir, mudar ou alterar, se é necessário criar uma nova rotina, não é necessário esperar. Esperar pelo Novo Ano é muitas vezes apenas iludir e adiar... E adiar é procrastinar... E procrastinar é muitas vezes acabar por nunca fazer!

 

A necessidade de mudança, de aperfeiçoamento e de auto-correção, faz parte de nós, do nosso dia a dia. A nossa lista de resoluções deve ser diária e não anual... Até porque o "próximo ano" é só o "próximo dia" e o Ano Novo é só o dia seguinte...

 

O ser humano é um animal de hábitos e os hábitos são difíceis de mudar. Quanto maior for a lista, maior a mudança exigida e maior provavelmente a ilusão e consequente desilusão... Ajuda termos um marco, uma data marcada? Talvez... Mas acima de tudo o importante é aceitarmo-nos, conhecermos as nossas necessidades e os nossos limites, e ir mudando gradualmente aquilo que é preciso mudar. Mudar quando sentimos o alerta, quando soa o sinal: quando o corpo ou quando a mente nos pede. Mudar já, mudar agora! Viver dia após dia e parar de esperar...

 

E, já agora, com ou sem resoluções, a todos um bom ano!!! 

 

16 comentários

Comentar post

foto do autor

ENTRE O COMEÇO E O FIM... Uma nova rotina... Um NOVO BLOG

Calendário

Janeiro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031